Blog

Dizer NÃO aos filhos faz parte da educação

Educar filhos é uma das tarefas mais difíceis que existe, mas com um bom direcionamento, uma educação de qualidade é possível.

Educar uma criança para se tornar um adulto com valores e princípios, atualmente é um desafio e tanto! É preciso ter muito equilíbrio e uma inteligência estratégica para saber quando dizer não e quando dizer sim ao filho.

O não é uma palavra desagradável até mesmo para nós adultos, não é mesmo? Saber lidar com o negativo, rejeições e situações de adversidade é difícil para quem já consegue compreender um pouco mais da vida, imagina para uma criança, que ainda está aprendendo a como lidar com tudo isso!

Muitos pais não sabem como lidar com esse tipo de situação, pois querem a todo momento ver seus filhos felizes e satisfeitos, por medo de frustrarem ou abalar o psicológico da criança dizem sim para tudo, mas esse comportamento é perigoso e pode trazer sérias consequências no futuro.

O não faz parte da vida de qualquer ser humano e é importante ser aprendido desde a infância. Dizer não, também é educar.

A importância do não na educação

Como citado acima o não faz parte da educação de um filho. É compreensível querermos ver nossas crianças felizes e realizadas a todo momento, mas a vida não é somente feita de coisas boas, conforme vamos vivendo passamos por todos os tipos de experiências e as negativas são as que mais nos ensinam a como ter sucesso nas situações impostas a nós.

Pode parecer estranho, mas o não também educa e é bom para nós. Uma criança que aprende desde cedo a importância do não e a como lidar com isso, será um adulto mais capacitado a lidar com os desafios da vida.

A criança que não tem a palavra não na sua educação desenvolve vários comportamentos prejudiciais durante a infância que vai se estendendo ao longo do seu crescimento e encara dificuldades para lidar com cenários negativos. Se torna uma pessoa agressiva, toma decisões precipitadas na hora da raiva, se estressa com muita facilidade e valoriza somente quem diz ou faz o que ela quer.

Esse comportamento traz sérios efeitos psicológicos e físicos não só para você como indivíduo, mas nas relações interpessoais principalmente. Ninguém gosta de lidar com pessoas sem limites ou mal-educadas. Porque sim, pessoas assim, também são consideradas mal-educadas.

O não na educação faz com que nossos filhos desenvolvam atitudes saudáveis em situações de negação. Ensina valores como: a paciência, resiliência, otimismo, ética, determinação e serenidade.

A criança passa a entender que para conseguir o que quer é preciso trabalhar duro, ter dedicação e paciência, ela entende que nem todos os desejos são atendidos de forma imediata e que as coisas não são feitas da maneira como ela quer.

Riscos da educação permissiva

Educação permissiva (em excesso) nada mais é que criar seus filhos sem muitas regras e limites. Esse tipo de educação pode trazer diversas consequências para a vida deles, principalmente quando jovens e adultos.

Na infância se espera que os pais ensinem e guiem o filho por algum caminho, quando permitem tudo, não repreendem ou ensinam, pode vir a sensação de que não prestam atenção nas atitudes tomadas pelo filho, fazendo com que ele não se sinta tão amado ou amparado.

Essa permissividade pode trazer várias questões como: baixa autoestima, problemas de comportamento, impulsividade, incapacidade para resolver os próprios problemas e irresponsabilidade.

É preciso haver o equilíbrio na hora de educar, tem hora para o sim e hora para o não.

Como saber equilibrar o não e o sim

Tudo em excesso faz mal. Na educação de um filho você apenas dizer não para tudo e qualquer coisa também pode prejudicá-lo. Esse excesso de não pode ter um efeito muito ruim na vida da criança. Ela pode se sentir intimidada e oprimida, o que pode prejudicar o desenvolvimento da sua autonomia enquanto pessoa.

Uma criança que recebe não para tudo pode se tornar mais tarde um adulto incapaz de fazer escolhas, incapaz de se impor nas situações, incapaz de ter a própria opinião, uma pessoa que tem medo de tudo e de todos e com isso ela pode desenvolver doenças psicológicas, como a ansiedade e a depressão.

Por outro lado, como pais, é preciso saber a hora exata e dizer não e a hora certa para dizer sim. Não é uma tarefa fácil, principalmente nos dias de hoje, vivemos em um mundo com muita tecnologia e influências de todos os tipos.

Famílias com rotinas extremamente corridas também podem ser prejudiciais para suas crianças. Pais que ficam fora de casa o dia todo devido ao trabalho, acabam deixando seus filhos com familiares ou babás e para suprir essa falta, permitem que a criança faça o que quer, para assim se sentirem melhores.

Essa atitude é bastante perigosa! É preciso achar um equilíbrio na rotina e participar assiduamente da vida e educação do filho, ensinando e mostrando-lhe que existem limites que não podem ser ultrapassados e o porquê ele pode ou não pode fazer determinada coisa.

Explique os motivos

Crianças recebem ordens a todo o momento, os pais que decidem o que elas podem ou não fazer, mas será que eles entendem todos esses sim e nãos impostos a eles? Será que conseguem compreender porque uma situação pode acontecer e outra não?

Às vezes é muito mais fácil falar não ou sim sem maiores explicações, mas o mais recomendado é você parar, respirar e sentar com a criança para conversar, explicar a ela todos os motivos pelos quais ela pode ou não fazer tal coisa.

Essa atitude irá trazer benefícios para a relação de vocês e para o desenvolvimento da criança. Todas as vezes que ouvir um não, por exemplo, ela será capaz de absorver essa resposta de uma melhor maneira e entenderá que a ação é para o bem dela.

O sábio não, ensina

Para as crianças é difícil ouvir o não para aquilo que desejam fazer, elas se sentem frustradas e incompreendidas no momento, mas precisam desse limite já na infância, para saberem lidar com as frustrações e dificuldades que a vida irá lhes apresentar no futuro.

Muitas coisas não são da forma como pensamos, muitos planejamentos podem dar errado e isso é normal, faz parte da vida humana.

Uma criança que recebe o não em determinadas situações, quando adulta irá compreender melhor quando algo não sair como planejado.

Os bons exemplos vêm de casa

Explicamos nesse texto que falar não também é bom e positivo para o desenvolvimento dos filhos, contudo é importante reforçar o comportamento dos próprios pais, eles são os maiores exemplos para as crianças.

Tudo o que os pais fazem são observados pelos pequenos que tendem a repetir esses comportamentos, então não adianta repreender a criança porque contou uma mentira, por exemplo, e você mesmo ter a atitude de mentir na frente dela.

Para que seu filho cresça entendendo os limites e o que é certo ou errado, você precisa ensiná-lo na teoria e, na prática quais resultados essas atitudes podem trazer.

A terapia ajuda na educação

Você sente dificuldade para educar seus filhos? Não sabe como lidar com as situações adversas ou até mesmo como impor limites a eles? Que tal procurar ajuda? Não há nada de vergonhoso em buscar auxílio de um profissional.

Sessões de terapia com um psicólogo podem ajudar você pai e mãe a como educar de uma maneira saudável e também podem ajudar seu filho, a como lidar com os nãos e os limites impostos a eles.

A terapia é um ótimo caminho para alcançar o sucesso de uma boa educação, à medida que o paciente consegue compreender como certas situações afetam suas emoções, ações e pensamentos, ele consegue responder melhor ao tratamento.

Marque uma consulta comigo! Juntos vamos encontrar o melhor caminho para a educação do seu filho!

Nossas consultas podem ser online ou presencialmente. Basta você entrar em contato pelo número (27) 9.9978-0990 (ligação ou WhatsApp) e agende um horário.

Se identificou com o texto? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Use o espaço dos comentários para enviar suas perguntas.

A terapia abre caminhos! =)

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

Como lidar com a frustração? 1

Como lidar com a frustração?

Experimentar frustrações faz parte da vida, mas você sabe lidar com elas?

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial? 2

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial?

Você se sente perdido, paralisado e que nada mais tem sentido? Isso pode ser um sinal da crise existencial.

Como parar o ato de procrastinar? 3

Como parar o ato de procrastinar?

Não é uma tarefa fácil abandonar o ciclo vicioso, mas com estratégias inteligentes é possível

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular 4

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular

A dependência no uso do excessivo celular pode desencadear diversos transtornos psicológicos

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente 5

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente

Este traço de personalidade pode ter um lado bom e um lado ruim, de qual você está?

Como lidar com a ansiedade no trabalho 6

Como lidar com a ansiedade no trabalho

Crises de ansiedade no trabalho prejudicam sua vida e carreira profissional, entenda como lidar com essa problemática

Você sofre com o Complexo de Inferioridade? 7

Você sofre com o Complexo de Inferioridade?

Aprenda a enxergar seus pontos negativos, reconhecer suas qualidades e aptidões

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia? 8

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia?

Aprenda como lidar com o estresse diário de maneira prática e inteligente

Agendar atendimento
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋

Às vezes precisamos de ajuda com alguns dos nossos problemas! Eu posso te ajudar!