Blog

Quando procurar um psicólogo?

Se você esta passando por dificuldades nos relacionamentos, ansiedade, luto, baixa auto estima, ou qualquer outro problema, um psicólogo pode te ajudar a entender melhor esses problemas.

“Procurar um psicólogo ou enfrentar os meus problemas sozinho? Será que eu preciso mesmo de um psicólogo?” Quando nos deparamos com dificuldades emocionais e psicológicas, essas dúvidas podem passar pela nossa cabeça. Mas não deveriam! Um psicólogo é um parceiro para qualquer situação e porque você não deve adiar o seu tratamento.

Em outros tempos era comum a existência de um certo preconceito contra o ato de alguém procurar apoio para suas dificuldades emocionais e psicológicas. Maluco, fraco, emocional demais, descontrolado… esses eram alguns dos adjetivos usados para quem se consultava com um psicólogo ou psiquiatra.

Embora essa época tenha ficado para trás ainda resta nos dias atuais alguns resquícios dessa postura, e um desses resquícios é o hábito de colocar a nossa saúde mental e emocional em segundo plano. Levando essas dores para frente sem tratamento, elas tendem a piorar, e aí “tentar ser forte” ou “resolver sozinho” terá pouco efeito.

O resultado disso é que um sofrimento que poderia ser reduzido ou eliminado com certa facilidade vai sendo prolongado por meses ou anos desnecessariamente. Imagine quantos momentos bons da vida uma pessoa pode ter perdido dessa maneira simplesmente porque estava envolvida demais com suas dificuldades emocionais.

É claro que um psicólogo poderá ser de grande ajuda cuidar de transtornos mentais, mas ele pode ajudar você a ter uma vida de mais qualidade em muitos outros momentos. Conheça abaixo algumas dessas situações em que um profissional poderá apoiar você.

Busca de autoconhecimento

Às vezes sentimos que algumas coisas em nossas vidas estão um pouco “fora”. Pode ser sobre nossa profissão, um relacionamento, nossas emoções, nosso estilo de vida. Nesses momentos, um psicólogo poderá ser um excelente apoio para ajudar você a construir autoconhecimento.

Tendo mais autoconhecimento você entenderá com mais profundidade suas motivações, lidará melhor com suas emoções e suas metas de vida, e com isso, poderá alinhar o que você faz hoje com o que você quer para o seu futuro.

Sentimentos constantes de tristeza

Um sentimento de tristeza que se mantém por algum tempo pode indicar vários transtornos já bastante conhecidos (e tratáveis) pela psicologia, como a depressão e a ansiedade. Não é preciso dizer que um psicólogo é o profissional que você deve procurar se for este o seu caso, certo?

Mas nem sempre essa sensação geral de tristeza é depressão. Pode ser que você esteja vivenciando um momento tenso e passageiro da sua vida, pode ser que esteja no meio de um rompimento de algum tipo, ou talvez esteja insatisfeito com seu trabalho ou carreira. Quer dizer, pode ser que você não tenha nenhum transtorno efetivamente, mas o seu momento é difícil emocionalmente.

Um psicólogo poderá ajudar você a entender sua situação, aceitá-la e trabalhar para passar por ela de maneira muito mais confortável.

Estresse, raiva, desânimo

Essas são outras situações que, embora sejam muito comuns em quadros de transtornos mentais, também podem ocorrer sem que necessariamente haja a presença de qualquer disfunção.

Suponhamos que você esteja envolvido em um projeto longo e complicado com prazo apertadíssimo, ou que esteja nos últimos meses para entregar seu trabalho de conclusão de curso ou dissertação de mestrado.

Ou talvez você tenha acabado de ter um filho e aí a falta de sono, de tempo, e de diversão possa ter bagunçado sua cabeça pra valer.

Com toda essa pressão, uma agonia pode tomar conta dos seus dias e aí tudo vai parecer péssimo. Você pode sentir uma frustração inexplicável, uma raiva ou desânimo profundo, derrubando sua qualidade de vida e estabilidade mental em um momento que você mais precisava delas.

Dificilmente você poderá evitar a exposição prolongada ao stress em situações como essas, mas com certeza poderá trabalhar para melhorar sua interpretação do momento e reduzir em muito o seu sofrimento mental e emocional. E o psicólogo poderá ajudar você nesse processo todo.

Separações, luto, perdas ou mudanças

Por mais que gostemos de novidades, nós somos seres de hábitos, e tanto é assim que nós construímos nossas identidades em cima das experiências que temos nas nossas rotinas.

Assim, qualquer rompimento mais agressivo em nossas vidas sempre acaba elevando nosso nível de estresse, motivo pelo qual é comum que pessoas sofram com o fim de relacionamentos, mesmo naqueles relacionamentos considerados ruins ou abusivos.

A perda de um ente querido, a separação de um companheiro, a adaptação a um novo ambiente de trabalho, a mudança para uma nova cidade ou país, tudo isso pode causar um desconforto enorme para o indivíduo, que com a mudança acaba perdendo também parte de sua própria identidade.

Em contextos como esses o psicólogo ajudará o paciente a se ver como um indivíduo à parte daquela situação que ficou para trás, e o auxiliará a lidar com os seus sentimentos, superando o problema de maneira muito mais confortável.

Dificuldades em relacionamentos

Muitas vezes as interações provocadas por um relacionamento (seja ele profissional, amoroso ou familiar) são capazes de causar grandes danos psicológicos e emocionais à gente.

Alguns desses relacionamentos podem ser encerrados, nos aliviando de seu peso. Mas e quando não há essa possibilidade?

Nesse caso, o psicólogo poderá ajudar você a criar estratégias para lidar com essas pessoas de uma maneira saudável, reduzindo o impacto negativo dessas interações na sua vida.

Agora que você já sabe que o trabalho um psicólogo vai muito além de cuidar de transtornos, converse comigo quando sentir que pode ter um apoio em momentos que exigem muito da sua cabeça e das suas emoções.

Alguma dúvida sobre o assunto? Use os espaço dos comentários para enviar suas dúvidas. As consultas são agendadas e podem ser realizadas de forma presencial ou online. Entre em contato pelo número (27) 99978-0990 ou pelo WhatsApp.

Cuide bem de você! =D

Isso foi útil?
+1
0
+1
0
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

A meditação e seus benefícios 1

A meditação e seus benefícios

Sabia que além de acompanhamento psicológico, remédios e atividade física, a meditação também pode ajudar no tratamento da ansiedade.

Transtornos mentais causados pelo trabalho 2

Transtornos mentais causados pelo trabalho

Já ouviu a famosa frase: o trabalho dignifica o homem? Mas o que fazer quando ele se torna uma fonte de desenvolvimento e agravamento de doenças psicológicas?

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução 3

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução

Todo mundo conhece alguém que já passou por um evento traumático que gostaria de esquecer. Mas quando essas memórias negativas começam a atrapalhar sua vida no presente por muito tempo, é hora de investigar se você não desenvolveu estresse pós-traumático.

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática 4

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática

Você sabe a importância do acompanhamento psicológico na cirugia ortognática?

Teste: será que você tem hipocondria? 5

Teste: será que você tem hipocondria?

Quando você ouve falar de uma doença já fica preocupado, acreditando que pode estar sofrendo dela? Quando sente uma dor, faz várias buscas na internet, já imaginando ter a pior doença sugerida? Será que é hora de buscar ajuda.

Você conhece as principais abordagens da psicologia? 6

Você conhece as principais abordagens da psicologia?

Existe uma grande quantidade de abordagens disponíveis dentro da psicologia para cuidar da nossa saúde mental, descubra qual pode ser mais adequada pra você!

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares 7

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares

A gravidez é um período de muita felicidade, mas também vulnerabilidade física e emocional e ter um apoio psicológico é fundamental para aliviar o turbilhão de emoções vivenciado pela família.

As causas psicológicas da insônia 8

As causas psicológicas da insônia

Dormir tem sido um desafio na sua vida? Saiba as causas psicológicas da insônia e como um psicólogo pode ajudar você a se libertar desse problema.

Vamos conversar?
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋
Às vezes precisamos de uma mãozinha com alguns problemas. Um psicologo pode te ajudar em vários desses problemas. Agende seu primeiro atendimento!