Blog

Saiba reconhecer e lidar com relacionamentos tóxicos

É comum que tenhamos na nossa vida uma ou mais pessoas com comportamentos que nos faz mal, mas você sabe identificar quando esse relacionamento é tóxico?

Todos nós conhecemos de perto relações complicadas. Pode ser com um colega de trabalho, um parente, um amigo, ou até com o(a) namorado(a) ou parceiro(a): quando você interage com aquela pessoa, tem quase sempre a sensação de que ela está de alguma forma tentando fazer você sentir se mal, seja de propósito ou não.

Em muitos desses casos, você e a pessoa podem conversar para resolver eventuais pendências e terem um relacionamento saudável. Mas há situações em que isso não será suficiente, você se verá fazendo um grande esforço para manter as coisas bem, e a outra parte simplesmente não vai conseguir deixar de fazer mal a você.

Quando isso ocorre, é muito provável que você esteja vivendo o que chamamos de um relacionamento tóxico.

O que é um relacionamento tóxico?

Um relacionamento tóxico é todo aquele em que o sofrimento e o desrespeito são uma constante para uma das partes, ou para ambas.

Esse sofrimento pode se manifestar de diferentes formas e intensidades mas em linhas gerais, se você estiver em um relacionamento tóxico, pode sentir que:

  • Está sendo usado(a)
  • Nunca recebe elogios
  • É sempre a parte culpada de tudo que acontece de errado
  • Está permanentemente sofrendo críticas
  • Está sempre dando mais do que recebe
  • Sua opinião e experiência são desprezadas
  • Há uma pressão para você faça coisas que não quer ou que não acha corretas
  • A outra parte parece nunca estar feliz por você
  • A outra parte sempre está se esforçando para reduzir ou desanimar você

É também possível que os sinais sejam tão sutis, ou que você esteja convivendo há tanto tempo com essas situações, que seja difícil percebê-las. De qualquer forma, a sensação de que há algo ruim entre você a pessoa persiste.

Consequências do relacionamento tóxico para a saúde mental

Uma amizade tóxica pode chegar a estágios crônicos, com graves consequências para a autoestima e saúde mental de uma pessoa.

Como outros problemas psicológicos, esses também podem evoluir para problemas físicos requerendo uma intervenção muito maior em algumas situações de quadros pré-existentes, como ansiedade ou problemas com a autoimagem.

O que fazer com um relacionamento tóxico?

Ao perceber que está num relacionamento tóxico, o ideal é tentar uma conversa amigável e aberta com a outra pessoa sobre os comportamentos dela que fazem mal a você. Se não for possível chegar a um entendimento, ou se nada mudar, o melhor mesmo é se afastar o quanto antes.

No entanto, há situações em que não é possível ter uma conversa ou se afastar, principalmente quando o relacionamento tóxico é dentro de um ambiente de trabalho. Nesse caso a dica é tentar se manter tão distante quanto for possível, evitar confrontos e não reagir aos comportamentos tóxicos dessa pessoa.

Reflita: por que estar num relacionamento ruim para você?

Quando se trata de um relacionamento de intimidade ou amizade que é tóxico, é importante fazer uma reflexão para avaliar o porquê de você aceitar estar numa relação que lhe causa sofrimento.

Talvez você esteja em um momento de fragilidade com a sua saúde mental. Você pode ter medo ou ansiedade em excesso (que paralisa você na hora de romper com o ciclo e se impor), ou pode ter baixa autoestima e se sentir incapaz de encontrar um amigo ou parceiro melhor.

O apoio de um psicólogo pode ser decisivo nesse momento de avaliação, e também na superação desses problemas prévios.

Como um psicólogo pode ajudar?

O psicólogo pode ajudar você a observar sua vida como um todo para perceber a qualidade dos seus relacionamentos e sua posição dentro deles. Ele também poderá auxiliar você a entender porque mantém vínculos com pessoas tóxicas, e principalmente, dar o apoio que você precisa para quebrar esse padrão por si próprio.

Se você acredita estar em um ou mais relacionamentos tóxicos, e quer apoio profissional para fazer essa avaliação e para trabalhar questões psicológicas paralelas, pode contar comigo.

As consultas podem ser realizadas de forma presencial ou online. Se identificou com o texto? Você pode agendar seu atendimento ou falar diretamente comigo pelo número (27) 99978-0990 ou pelo WhatsApp.

Cuide bem de você! =D

Isso foi útil?
+1
0
+1
0
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

A meditação e seus benefícios 1

A meditação e seus benefícios

Sabia que além de acompanhamento psicológico, remédios e atividade física, a meditação também pode ajudar no tratamento da ansiedade.

Transtornos mentais causados pelo trabalho 2

Transtornos mentais causados pelo trabalho

Já ouviu a famosa frase: o trabalho dignifica o homem? Mas o que fazer quando ele se torna uma fonte de desenvolvimento e agravamento de doenças psicológicas?

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução 3

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução

Todo mundo conhece alguém que já passou por um evento traumático que gostaria de esquecer. Mas quando essas memórias negativas começam a atrapalhar sua vida no presente por muito tempo, é hora de investigar se você não desenvolveu estresse pós-traumático.

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática 4

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática

Você sabe a importância do acompanhamento psicológico na cirugia ortognática?

Teste: será que você tem hipocondria? 5

Teste: será que você tem hipocondria?

Quando você ouve falar de uma doença já fica preocupado, acreditando que pode estar sofrendo dela? Quando sente uma dor, faz várias buscas na internet, já imaginando ter a pior doença sugerida? Será que é hora de buscar ajuda.

Você conhece as principais abordagens da psicologia? 6

Você conhece as principais abordagens da psicologia?

Existe uma grande quantidade de abordagens disponíveis dentro da psicologia para cuidar da nossa saúde mental, descubra qual pode ser mais adequada pra você!

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares 7

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares

A gravidez é um período de muita felicidade, mas também vulnerabilidade física e emocional e ter um apoio psicológico é fundamental para aliviar o turbilhão de emoções vivenciado pela família.

As causas psicológicas da insônia 8

As causas psicológicas da insônia

Dormir tem sido um desafio na sua vida? Saiba as causas psicológicas da insônia e como um psicólogo pode ajudar você a se libertar desse problema.

Vamos conversar?
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋
Às vezes precisamos de uma mãozinha com alguns problemas. Um psicologo pode te ajudar em vários desses problemas. Agende seu primeiro atendimento!