Blog

Transtorno alimentar: o que é, como é, quais os sintomas e o tratamento

Neste artigo apresentamos informações sobre o que são transtornos alimentares, como se apresentam, quais são os sintomas e como é o tratamento.

Cada dia as pessoas têm se preocupado mais e mais com sua saúde, aparência e alimentação, o que é ótimo quando isso acontece dentro de um equilíbrio. A saúde é uma construção que é feita exatamente nos hábitos e nos pequenos detalhes.

No entanto, esse zelo pode se tornar excessivo, e uma pessoa preocupada demais poderá desenvolver dificuldades de lidar com a sua alimentação de maneira saudável. Isso é o que a comunidade científica chama de transtorno ou distúrbio alimentar.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Americana de Psiquiatria, cerca de 70 milhões de pessoas no mundo sofrem com algum tipo de transtorno alimentar e esse número não para de crescer. Esses distúrbios ocorrem predominantemente em mulheres normalmente durante a adolescência e início da vida adulta, porém podem atingir qualquer pessoa em qualquer idade.

Um dos principais fatores para a existência desse quadro é a grande pressão social – impulsionada na propaganda e nas redes sociais – que existe para que tenhamos um determinado tipo de corpo, o que pode acabar por influenciar de forma negativa a nossa visão corporal.

Com uma visão corporal negativa, uma pessoa pode acabar gerando preocupação excessiva com a imagem e os danos dessa preocupação podem ser muito graves.

O que é um transtorno alimentar?

Um transtorno alimentar é quando um hábito alimentar de uma pessoa causa a ela algum tipo de dano à sua saúde. O distúrbio pode se mostrar de variadas formas, como por exemplo, a pessoa pode se sentir obrigada a consumir apenas alimentos muito específicos, ou pode impor a si mesma redução ou aumento na quantidade de comida, visando uma mudança radical no seu peso.

Distúrbios alimentares comumente vêm associados a uma ampla gama de problemas e consequências psicológicas, físicas e sociais, e eles podem ter muitas causas.

Quais são as principais causas de transtornos alimentares?

  • Preocupação excessiva com corpo
  • Hábitos alimentares ruins
  • Distorção da imagem corporal (se ver de forma diferente da realidade)
  • Baixa autoestima
  • Problemas hormonais
  • Distúrbios emocionais
  • Depressão
  • Ansiedade

Os distúrbios alimentares mais comuns

Anorexia Nervosa

A anorexia é caracterizado por uma imagem corporal distorcida, isso quer dizer que mesmo estando abaixo do peso ideal, a pessoa se vê com excesso de peso e busca incessantemente o emagrecimento. Para isso pode restringir severamente o consumo de alimentos, realizar exercícios físicos exaustivamente e fazendo uso de laxantes e diuréticos.

Sintomas da Anorexia Nervosa

  • Peso corporal extremamente baixo
  • Recusa em participar das refeições familiares
  • Preocupação exagerada com o valor calórico dos alimentos
  • Preocupação em não ganhar peso
  • Visão distorcida do próprio corpo
  • Em mulheres, inibição do ciclo menstrual
  • Problemas de estômago
  • Pele muito seca e coberta por lanugo (pelos parecidos com a barba de milho).

Bulimia Nervosa

A bulimia é caracterizada pelo consumo rápido e frequente de grandes quantidades de alimentos, seguido por tentativas de compensar o excesso com jejum, dietas extremas, laxantes, diuréticos, exercícios em excesso e vômitos após a refeição. Normalmente o paciente sente vergonha desse comportamento e costuma mantê-lo em segredo.

Sintomas da bulimia nervosa

  • Inflamação crônica na garganta
  • Problemas nas glândulas salivares
  • Erosão do esmalte dentário
  • Problemas intestinais
  • Flutuação de peso
  • Distorção da autoimagem e baixa autoestima
  • Dietas severas intermediadas por repentinas perdas de controle que levam à ingestão compulsiva de alimentos
  • Vômitos induzidos

Transtorno de Compulsão Alimentar

A compulsão alimentar é um dos distúrbios mais comuns, ela é caracterizada por episódios recorrentes de consumo de grandes quantidades de alimentos com sensação de perda de controle, isso significa que a pessoa come em excesso grande quantidade de alimento, mesmo quando não está com fome, e que não deixa de se alimentar apesar de já estar satisfeita A compulsão alimentar normalmente carrega culpa e vergonha à pessoa.

Como é o tratamento de um transtorno alimentar?

Transtorno alimentar: o que é, como é, quais os sintomas e o tratamento 1

O mais importante é saber que os transtornos alimentares são doenças reais e tratáveis, e quanto antes o paciente for diagnosticado, melhores serão os resultados. Por outro lado, o não tratamento, ou um tratamento inadequado, pode ser fatal para o indivíduo.

Tipicamente, o tratamento de um transtorno alimentar consiste em estabelecer uma nutrição adequada, para que o peso esteja adequado ao indivíduo e interromper o comportamentos de vômitos e de comer por compulsão.

Para o  tratamento é muito importante a participação e apoio da família durante todo o processo. O tratamento é realizado em conjunto com um psicólogo, nutricionista e psiquiatra, podendo ser necessário o uso de medicação ou internação, dependendo da gravidade do paciente.

Isso foi útil?
+1
0
+1
0
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

A meditação e seus benefícios 2

A meditação e seus benefícios

Sabia que além de acompanhamento psicológico, remédios e atividade física, a meditação também pode ajudar no tratamento da ansiedade.

Transtornos mentais causados pelo trabalho 3

Transtornos mentais causados pelo trabalho

Já ouviu a famosa frase: o trabalho dignifica o homem? Mas o que fazer quando ele se torna uma fonte de desenvolvimento e agravamento de doenças psicológicas?

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução 4

Transtorno de Estresse Pós-Traumático – As dores do passado também têm solução

Todo mundo conhece alguém que já passou por um evento traumático que gostaria de esquecer. Mas quando essas memórias negativas começam a atrapalhar sua vida no presente por muito tempo, é hora de investigar se você não desenvolveu estresse pós-traumático.

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática 5

Os efeitos psicológicos da Cirurgia Ortognática

Você sabe a importância do acompanhamento psicológico na cirugia ortognática?

Teste: será que você tem hipocondria? 6

Teste: será que você tem hipocondria?

Quando você ouve falar de uma doença já fica preocupado, acreditando que pode estar sofrendo dela? Quando sente uma dor, faz várias buscas na internet, já imaginando ter a pior doença sugerida? Será que é hora de buscar ajuda.

Você conhece as principais abordagens da psicologia? 7

Você conhece as principais abordagens da psicologia?

Existe uma grande quantidade de abordagens disponíveis dentro da psicologia para cuidar da nossa saúde mental, descubra qual pode ser mais adequada pra você!

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares 8

Apoio psicológico no pré-natal para gestantes e familiares

A gravidez é um período de muita felicidade, mas também vulnerabilidade física e emocional e ter um apoio psicológico é fundamental para aliviar o turbilhão de emoções vivenciado pela família.

As causas psicológicas da insônia 9

As causas psicológicas da insônia

Dormir tem sido um desafio na sua vida? Saiba as causas psicológicas da insônia e como um psicólogo pode ajudar você a se libertar desse problema.

Vamos conversar?
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋
Às vezes precisamos de uma mãozinha com alguns problemas. Um psicologo pode te ajudar em vários desses problemas. Agende seu primeiro atendimento!