Blog

Ansiedade noturna: por que me sinto mais ansioso à noite?

Entenda porque as preocupações invadem a mente e nos sentimos mais ansiosos antes de dormir

Você é o tipo de pessoa que assim que encosta a cabeça no travesseiro, mil pensamentos tomam conta da cabeça? Ideias para um projeto novo, os desafios que você terá que enfrentar durante a semana, preocupações do trabalho ou escola e muitos outros que não te deixam descansar a mente, relaxar e dormir?

Você pode estar sofrendo de ansiedade noturna.

O que é a ansiedade noturna?

A ansiedade noturna é aquela ansiedade que aparece justamente na hora de dormir. São os pensamentos, inquietações e preocupações que vem assim que você deita para descansar a mente. Pessoas muito estressadas ou com preocupações constantes tem mais chance de desenvolver esse tipo de ansiedade.

Você se desliga das distrações que te cercam durante o dia, mas involuntariamente pensamentos intrusos começam a surgir e você não é capaz de controlá-los.

Os afetados pela ansiedade noturna podem desenvolver outras doenças como: a insônia crônica, apneia do sono, síndrome das pernas inquietas, além de atingir instantaneamente a qualidade de vida, gerar estresse e afetar a concentração e foco do indivíduo.

Mas por que isso acontece? É possível controlar ou curar a ansiedade noturna?

Origem da ansiedade noturna

Agora que você já sabe o que é a ansiedade noturna, vamos entender como ela surge.

A noite recebermos menos estímulos e distrações dos ambientes, nosso corpo e cérebro estão se preparando para descansar nessa hora. Porém, existem pessoas com uma dificuldade maior em se desconectar dos problemas e estresses sofridos durante o dia, então mesmo que as obrigações diurnas se encerrem na prática, na teoria você ainda continua pensando em tudo o que viveu durante as horas anteriores e é aí que vem a ansiedade noturna. Você não consegue se desconectar em pensamento, fica tenso e não consegue dormir.

Sintomas da ansiedade noturna

Além do que já citamos no texto, existem outros sintomas do distúrbio que você pode não ter percebido ainda. Veja:

  • Necessidade de levantar de madrugada;
  • Respiração intensa e ofegante;
  • Inquietação;
  • Pensamento acelerado;
  • Cansaço emocional e físico;
  • Palpitações;
  • Falta de atenção durante o dia;
  • Calafrios;
  • Tremores;
  • Náuseas;
  • Fadiga;
  • Necessidade de manter os olhos abertos.

Comportamentos de compulsão também podem se manifestar, como forma de buscar um alívio imediato. Alguns exemplos: buscar algo para comer na geladeira, ligar a televisão, consumir álcool ou drogas.

Por mais que com essas ações você consiga eliminar o distúrbio momentaneamente, ele voltará com mais força depois.

Em situações mais delicadas é importante frisar que quem sofre de ansiedade noturna pode acordar no meio da noite assustado e com o coração acelerado.

Você sente esses sintomas ao se deitar para dormir?

Te indico buscar ajuda profissional para um diagnóstico mais detalhado e que te permita começar um tratamento adequado o mais rápido possível.

Conheça os tipos de ansiedade noturna

A ansiedade noturna pode se manifestar de formas diferentes nos indivíduos. Confira abaixo os três tipos mais comuns de ansiedade noturna que podem acontecer:

Ansiedade noturna inicial

A pessoa sente dificuldades de pegar no sono logo que se deita. Fica tensa, sente palpitações e inquietações.

Quem sofre com a ansiedade noturna inicial corre o risco de não conseguir dormir a noite inteira; ficar se revirando na cama e ainda sentir sintomas físicos e os psicológicos: pensamentos intrusivos.

Ansiedade noturna intermediária

Acontece quando você acorda várias vezes durante a noite e tem dificuldades para voltar a dormir.

Ansiedade noturna terminal (despertar precoce)

Você acorda antes do despertador e já fica pensando no que precisa realizar durante aquele dia, pensa nos problemas, preocupações, etc.

Com isso fica exausta durante o restante do dia, pois não conseguiu dormir as horas necessárias que seu organismo precisava para repor as energias.

Quais são as causas da ansiedade noturna?

Como já citamos no texto, esse distúrbio pode se manifestar de diversas formas, mas existem fatores padrões que podem contribuir para o seu desenvolvimento: a falta de rotina de sono; o estresse acumulado do dia a dia; preocupações; outros transtornos mentais como a depressão, por exemplo.

Em suma, são pensamentos que se instalam na mente no momento errado, quando era para o corpo estar descansando por completo, mas se deixa levar por estes raciocínios.

Como tratar o distúrbio?

Para lidar com a ansiedade noturna, muitas pessoas acabam tentando resolver o problema por conta própria, se automedicando com medicamentos tranquilizantes. Isso é um erro! Pois remédio mal administrado pode causar outras doenças e também dependência.

A maneira mais eficiente de tratar o distúrbio é a combinação de acompanhamento médico junto com as mudanças de hábitos.

Confira alguns hábitos que você já pode ir adotando para ter uma noite de sono mais tranquila:

Pratique exercícios físicos

São atividades essenciais para o bem-estar do ser humano, reduz os níveis de ansiedade, aumenta a disposição e traz a sensação de relaxamento para o corpo.

Tenha um hobby

Um hobby nada mais é que uma atividade de prazer. Algo que você goste muito de fazer! Você pode ver uma série, ler um livro, dar uma caminhada, ir ao cinema, entre outras coisas. O importante é fazer algo que te traga satisfação e relaxamento.

Faça a higiene do sono

A rotina do sono inclui: deixar o quarto em uma iluminação mais baixa e aconchegante e ficar longe das telas por no mínimo 1 hora antes de se deitar. Assim seu organismo já começa a liberar a melatonina, hormônio do sono, e sua mente e corpo vão relaxando para ele vir mais forte.

Procure ajuda profissional

Digamos que você já tentou todas as atividades citadas acima, ou por algum motivo não consegue segui-las e não sabe mais o que fazer para ter uma noite tranquila de sono.

Então está na hora de buscar ajuda profissional. Somente ele(a) vai saber te orientar da maneira mais adequada possível e estabelecer uma rotina saudável para o seu quadro.

Lembre-se, a ansiedade noturna é um problema comum e tratável. Com algumas mudanças simples no seu estilo de vida e o acompanhamento adequado você conseguirá superar esse desafio e desfrutar de um sono tranquilo e restaurador.

Com técnicas específicas é possível entender o identificar aquilo que te serve de gatilho para os pensamentos intrusos durante à noite. Assim é possível desenvolver estratégias de enfrentamento para aliviar os sintomas da ansiedade noturna.

Dormir mal não faz bem e não é algo normal. Se você tem alguns destes sintomas e sente que sua rotina de sono não é saudável e está atrapalhando sua vida, entre em contato comigo! Vamos avaliar e entender qual é o melhor tratamento para você.

Nossas consultas são agendadas e podem ser feitas de forma online ou presencial. Entre em contato pelo número: (27) 99978-0990 ou pelo WhatsApp.

Você ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Utilize os espaços dos comentários para enviá-la e me siga no instagram, lá também tratamos de assuntos psicológicos de forma bem didática e criativa.

E se você acha que esse conteúdo pode ajudar outras pessoas, compartilhe nas suas redes sociais ou grupos de WhatsApp! 😉

Cuide bem de você! =)

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

Como lidar com a frustração? 1

Como lidar com a frustração?

Experimentar frustrações faz parte da vida, mas você sabe lidar com elas?

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial? 2

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial?

Você se sente perdido, paralisado e que nada mais tem sentido? Isso pode ser um sinal da crise existencial.

Como parar o ato de procrastinar? 3

Como parar o ato de procrastinar?

Não é uma tarefa fácil abandonar o ciclo vicioso, mas com estratégias inteligentes é possível

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular 4

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular

A dependência no uso do excessivo celular pode desencadear diversos transtornos psicológicos

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente 5

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente

Este traço de personalidade pode ter um lado bom e um lado ruim, de qual você está?

Como lidar com a ansiedade no trabalho 6

Como lidar com a ansiedade no trabalho

Crises de ansiedade no trabalho prejudicam sua vida e carreira profissional, entenda como lidar com essa problemática

Você sofre com o Complexo de Inferioridade? 7

Você sofre com o Complexo de Inferioridade?

Aprenda a enxergar seus pontos negativos, reconhecer suas qualidades e aptidões

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia? 8

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia?

Aprenda como lidar com o estresse diário de maneira prática e inteligente

Agendar atendimento
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋

Às vezes precisamos de ajuda com alguns dos nossos problemas! Eu posso te ajudar!