Blog

Como lidar com a frustração?

Experimentar frustrações faz parte da vida, mas você sabe lidar com elas?

Quando algo não dá certo, ou os planos não saem como o esperado, como você costuma lidar com isso? Entende que deveria ter acontecido de tal forma e segue a vida, ou fica com raiva, se perguntando porquê não consegue superar?

Se você escolheu as duas últimas justificativas, significa que quando algo não acontece da forma como você quer ou espera, o sentimento de frustração toma conta. Um sentimento que na maioria das vezes não faz bem, só traz tristeza, angústia, arrependimentos e algumas outras sensações negativas.

Vamos entender o que é a frustração e como podemos lidar com ela?

O que é frustração?

A primeira coisa que precisamos entender é que, por mais que se sentir frustrado gera sensações negativas, é por meio desse sentimento que o ser humano se torna mais consciente, em suas tarefas, relacionamentos e no seu modo de ser.

A frustração é essencial para o desenvolvimento do ser humano. É a partir dessas experiências que aprendemos a enxergar as situações de outras maneiras, ter empatia e a lidar com o próximo.

Já ouviu falar da expressão “quebrar a cara”? Ela vem muito das frustrações que vivemos no dia a dia, você faz determinada atividade esperando um resultado, mas recebe outro completamente diferente e aí “quebra a cara”.

Quando isso acontece, ficamos tristes, cabisbaixos, não é verdade?

É completamente natural todos esses sentimentos, afinal, ninguém fica feliz quando a meta que planejou não é alcançada. Temos o direito de ficarmos chateados e até mesmo com raiva da situação, mas o segredo para o sucesso está em como lidamos com essas emoções e o que aprendemos com as experiências.

Não que se sentir frustrado seja algo bom, como já citado acima, vivenciamos sentimentos negativos, que dependendo da situação pode levar a problemas mais graves, mas é preciso ter consciência que a frustração é algo que faz parte da vida, que em algum momento iremos senti-la e que é fundamental para o nosso desenvolvimento.

O crucial é saber lidar com ela quando surgir, pois muitas vezes vem de maneira inesperada.

Não tenha medo de se frustrar

Quando conhecemos o nosso eu, ou conhecemos bem a outra pessoa próxima a nós, evitamos determinadas situações para não nos frustramos ou frustrar a pessoa que amamos. Mas até que ponto isso é saudável? Deixar de fazer algo que você deseja por medo pode ser uma decisão errada.

Por exemplo, quando você deixa de usar determinada roupa porque seu namorado não aprova, você nem tenta porque sabe que ele ficará chateado e consequentemente você também, isso gera frustração. Ou quando você pensa em pedir um prato em um restaurante novo, mas por medo de se frustrar com a comida deixa para lá e pede a refeição de sempre.

São situações que podem gerar arrependimento e frustração em quem sente aquela vontade de tentar algo novo. Mas a verdade é que você só vai saber se realmente tentar.

É compreensível sentir medo do desconhecido, estamos sempre em busca do conforto e daquilo que nos faz sentir segurança, e o medo da frustração muitas vezes nos impede de dar o primeiro passo, no entanto, experimentar coisas novas faz parte da vida, é essencial para expandir nossos horizontes, descobrir novas paixões e aprender lições valiosas.

Já reparou que são exatamente nesses momentos de desilusões que aprendemos mais sobre nós mesmos e nossas capacidades? Você passa por situações que não imaginaria suportar, mas mesmo assim suporta e sai dela de cabeça erguida.

Além disso, se permitir viver coisas novas pode fazer você descobrir talentos e paixões que estavam guardados dentro de você. Se nunca tentarmos o novo, nunca saberemos do que somos capazes.

Por mais que sinta medo de se frustrar, não deixe que isso te impeça de explorar novos caminhos.

Não se cobre muito e não crie altas expectativas

Geralmente, para não gerar a temida frustração, a gente se cobra muito, não nos permitimos errar e precisamos ser o melhor em tudo. Obviamente isso não é nenhum pouco saudável. A preocupação e pressão em não se permitir errar para não se frustrar ou frustar o outro só desenvolve emoções e sentimentos negativos para nós mesmos, podendo surgir ansiedade, crises de pânico, depressão, tristeza, angústia, traumas, entre outras doenças, que podem ser psicológicas ou físicas.

O que também pode ocasionar todas essas emoções é criar altas expectativas em relação a qualquer coisa. Precisamos entender que cada ser humano é diferente e ninguém é responsável pelo que o outro sente, então não crie alta expectativa em relação a nada, porque a chance de o resultado não ser o que esperamos, é grande. E aí como lidar com isso?

Quando não lidamos bem com a frustração, a autoestima pode ser afetada e também os relacionamentos.

É essencial manter a mente aberta e flexível para o que está por vir, isso significa ser realista e compreender que nem tudo acontece da forma como esperamos.

Celebre as pequenas vitórias e aprecie as surpresas que a vida reserva para você. Isso nos permite viver de forma mais equilibrada, contemplando cada momento sem pressão alguma.

Uma infância frustrada gera um adulto frustrado

Não é exatamente fácil lidar com emoções, principalmente quando se é criança, os pequenos lidam com os sentimentos de uma forma diferente dos adultos, por ainda estarem em fase de desenvolvimento emocional, não existe muito filtro, eles expressam suas emoções por meio de comportamentos como raiva e agressividade.

Os adolescentes também lidam com as emoções de uma forma diferente, eles buscam constantemente por pertencimento e um grupo ao qual se identifiquem, então tendem a enfrentar as coisas de uma forma mais dramática.

Por isso, os pais precisam redobrar o cuidado com os filhos, para que no futuro e na vida adulta eles não tenham conflitos sentimentais, principalmente em relação a frustrações.

Crianças e adolescentes muito protegidos ou mimados são os que mais sentem dificuldades em lidar com a frustração ou com algo que não saiu como esperado. Seu filho precisa ser ensinado que a vida é cheia de obstáculos e que é possível vencer cada um deles.

Os sintomas da frustração

Já falamos mais acima no texto sobre alguns dos sintomas da frustração, para ficar ainda mais claro, confira outros sinais que geram este estado emocional:

  • Sensação de impotência;
  • Estresse;
  • Impaciência;
  • Tédio;
  • Solidão;
  • Decepção;
  • Insônia;
  • Dores de cabeça;
  • Perda ou aumento de apetite;
  • Desânimo ou cansaço.

Esses são apenas alguns dos sintomas, cada indivíduo pode sentir esses e alguns outros completamente diferentes, tudo depende de como o corpo e mente reagem às situações que lhe são apresentadas.

É possível driblar a frustração? Como lidar com ela?

Experimentar frustração de forma contínua pode ter impactos adversos em vários aspectos da vida, indo além do surgimento de problemas de saúde física e mental. Pode prejudicar relacionamentos com amigos, familiares, colegas de trabalho ou estudo. Adotar comportamentos negativos e autodestrutivos diante dessas situações pode levar ao afastamento de pessoas queridas ou até mesmo à quebra de laços importantes.

Para evitar que a situação chegue a esse ponto, é essencial aprender a lidar com a frustração. Estar preparado e empregar estratégias eficazes quando ela surgir é fundamental para não permitir que ela domine sua vida.

Uma tática que funciona é desenvolver inteligência emocional, saber reconhecer e controlar a emoção que está sentindo diante do contexto em que está vivendo. Ou seja, se você se frustrou com determinado cenário da vida, com a inteligência emocional desenvolvida, você saberá como sair bem da situação. Para saber como desenvolver a inteligência emocional, clique aqui.

Além de desenvolver a inteligência emocional, para lidar melhor com a frustração é preciso identificar sua causa, respirar fundo e olhar a situação com calma, encontrar maneiras saudáveis de lidar com ela, praticar a resolução do problema e cultivar uma mentalidade positiva e resiliente.

A terapia também é uma grande aliada

A terapia pode ser uma ferramenta poderosa para aqueles que não sabem como lidar com a frustração. Durante as sessões o psicólogo ajuda a entender as origens desse estado emocional, a identificar padrões de pensamentos que contribuem para a experiência, a explorar suas emoções de forma inteligente, ensinando técnicas de autocontrole e o desenvolvimento de habilidades de enfrentamento.

Depois de algumas sessões você se sentirá livre e com o bem-estar muito mais equilibrado.

Vamos fazer sua primeira sessão? Você pode agendar ligando ou entrando em contato pelo WhatsApp, no número: (27) 99978-0990. Nossas consultas podem ser online ou presencialmente, como preferir.

Se identificou com o texto? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Use o espaço dos comentários para enviá-la e me siga no instagram, lá também tratamos de assuntos psicológicos de forma bem didática e criativa.

E se você acha que esse conteúdo pode ajudar outras pessoas, compartilhe nas suas redes sociais ou grupos de WhatsApp! 😉

Cuide bem de você! =)

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

O impacto das más notícias na saúde mental 1

O impacto das más notícias na saúde mental

A busca constante por notícias negativas nos meios de comunicação é um vício mais comum do que se imagina.

Traumas da infância podem influenciar na vida adulta 2

Traumas da infância podem influenciar na vida adulta

Entenda como traumas vividos na infância podem afetar uma pessoa na fase adulta

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial? 3

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial?

Você se sente perdido, paralisado e que nada mais tem sentido? Isso pode ser um sinal da crise existencial.

Como parar o ato de procrastinar? 4

Como parar o ato de procrastinar?

Não é uma tarefa fácil abandonar o ciclo vicioso, mas com estratégias inteligentes é possível

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular 5

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular

A dependência no uso do excessivo celular pode desencadear diversos transtornos psicológicos

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente 6

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente

Este traço de personalidade pode ter um lado bom e um lado ruim, de qual você está?

Como lidar com a ansiedade no trabalho 7

Como lidar com a ansiedade no trabalho

Crises de ansiedade no trabalho prejudicam sua vida e carreira profissional, entenda como lidar com essa problemática

Você sofre com o Complexo de Inferioridade? 8

Você sofre com o Complexo de Inferioridade?

Aprenda a enxergar seus pontos negativos, reconhecer suas qualidades e aptidões

Agendar atendimento
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋

Às vezes precisamos de ajuda com alguns dos nossos problemas! Eu posso te ajudar!