Blog

Higienização mental: como manter bons hábitos?

Tirar um período do dia para limpar a mente pode transformar o seu estilo de vida

Nós, seres humanos, sentimos a necessidade de cuidar do nosso corpo, da nossa higiene. Tomar banho todos os dias, escovar os dentes, fazer skincare, são coisas que já fazem parte da rotina de quem gosta de se cuidar e traz uma sensação muito boa, não é mesmo? Quem não ama estar sempre bem cuidado e limpinho?

Mas agora preciso te fazer uma pergunta: você cuida também da sua mente? Faz uma higienização mental com frequência?

Acredito que muitos que estão lendo esse texto nunca pararam para pensar sobre isso, é muito comum estarmos sempre preocupados com o nosso corpo e aparência física, mas acabamos esquecendo de outra parte que é essencial para manter nossa saúde em dia, a higienização mental.

Por isso muitas vezes você pode estar com o corpo bonito, o cabelo sedoso, a pele macia e sentir um vazio que não sabe explicar. Provavelmente sua saúde mental está uma bagunça. Não pode deixá-la de lado.

O segredo para se sentir 100% completo e ter um corpo saudável e uma mente saudável.

A higiene mental diminui os níveis de cortisol, o principal hormônio do estresse. Praticar essa higiene todos os dias não irá fazer você se sentir bem apenas naquele momento, é uma prática que pode melhorar o seu bem-estar a longo prazo.

Então você se pergunta: mas eu nunca fiz isso! Por onde devo começar?

O que é higienização mental?

Para saber como e por onde começar essa higiene, é preciso entender o que é higienização mental.

A grosso modo, é cuidar da sua mente. Um conjunto de cuidados e medidas que devem ser tomadas a fim de reduzir os níveis de estresse e ansiedade. A ação de fazer a higienização mental tem ações preventivas, impedindo a chegada de doenças e transtorno psicológicos e níveis extremos de exaustão do indivíduo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social”. Portanto, um indivíduo que apresenta mente carregada, sinais de ansiedade, estresse, cansaço excessivo e desânimo, não está completamente saudável.

Quando não damos a devida importância a saúde mental, essas tensões emocionais podem nos deixar doentes, evoluindo para quadros sérios de depressão e Síndrome de Burnout.

A higienização mental pode e deve ser praticada independentemente se você já está doente ou não. Ela serve tanto para cuidados preventivos como para amenizar sintomas de quem já possui níveis de estresse e exaustão muito altos.

Separe um tempo para cuidar de você

Todos nós temos muito afazeres durante o dia: trabalhar, cuidar da casa e dos filhos são tarefas que ocupam maior parte do nosso tempo, não é verdade?

Separar alguns minutos dessa rotina não irá atrapalhar suas atividades! Pode ter certeza que tirar um tempo, mesma que seja curto para “limpar a sua mente”, não será mais um adicional a sua lista de tarefas, mas sim tornará essa lista muito mais fácil de lidar.

O mais indicado é tirar esse tempinho pela manhã, antes de começar de fato suas atividades. Fazendo isso logo no início do dia significa evitar que as situações estressantes que possam aparecer se acumulem em um sistema já sobrecarregado.

Começar o dia já estressado muitas vezes é o combustível para que o restante dele seja assoberbado. Quando inicia a jornada com a mente relaxada e clara, você tem um ponto de referência mais calmo, ao qual pode retornar no decorrer das horas.

Quando praticamos essa higienização mental diariamente nos sentimos mais plenos e felizes, então conseguimos passar e viver as circunstâncias que enfrentamos ao longo do dia de uma forma mais segura e confiante.

Gatilhos que causam o lixo mental

Além dos afazeres e compromissos que precisamos cumprir durante o dia, muitas outras coisas podem intoxicar a nossa mente e gerar um “lixo mental”.

Cancelamentos e comparações nas redes sociais; pensamentos negativos; notícias trágicas; informações em excesso; pessimismo; ruminações de fatos que já passaram; preocupações com o futuro; pensamentos de autocrítica; sentimentos como mágoa, medo, culpa, insatisfação e raiva; relacionamentos tóxicos.

Essa intoxicação mental é provocada por estímulos externos: as situações que não são provocadas por nós mesmos, mas sim pelo mundo e pessoas à nossa volta, e também por estímulos internos: nossos próprios sentimentos, sensações e pensamentos.

Somos diariamente impactados por cargas de estímulos internos e externos que podem nos adoecer mentalmente e também fisicamente. Um recurso muito eficaz que nos ajuda a lidar melhor com todos esses gatilhos e a higienizar a nossa mente é o silêncio.

O silêncio é capaz de nos reconectar com o nosso eu, no conforto do silêncio encontramos sabedoria, conexão e paz, ele é capaz de nos trazer de volta a sensatez e organização das ideias. Precisamos valorizar mais os momentos de silêncio durante a higienização mental, seja durante a manhã ou ao longo do dia.

Estamos sempre em movimento

Para algumas pessoas é difícil permanecer em total silêncio, temos o costume de permanecer o tempo todo ativos, é automático em nós, estamos sempre fazendo alguma coisa, escutando, falando, no mínimo pensando em algo, exceto enquanto dormimos, e é perfeitamente normal se sentir incomodado, sem realizar nenhuma atividade.

Você já experimentou ficar sem fazer nada, nada mesmo? Se a resposta for não, tente por alguns minutos e você verá que o incômodo é notório.

E de onde vem essa inquietação que sentimos quando estamos sem fazer nada?

Acredita-se que do mundo em que vivemos hoje. Todos estão em atividades constantes, tudo precisa ser rápido demais, o mundo é hiperativo, não para. No mundo em que vivemos hoje ser produtivo é uma questão de sobrevivência, não podemos parar de trabalhar, de nos comunicar, nos atualizar, nos aprimorar. São coisas indispensáveis para a nossa vida e autoestima, algo que o ser humano está sempre em busca é se sentir produtivo, ativo e efetivo.

Então, se permitir parar um pouco, se desconectar e ficar apenas em silêncio, sem fazer nada é inaceitável, muitos se sentem até incapazes e inúteis, apenas porque tirou um tempo para si.

A tecnologia também é responsável por essa inquietação e ansiedade que vivenciamos no dia a dia. Me responda uma pergunta: quantas vezes por dia você desbloqueia a tela do celular para ver alguma notificação ou mensagem?

Tenho certeza que você não sabe essa resposta. Nós estamos o tempo inteiro conectados e sempre ávidos por alguma notícia nova ou por atualizações da vida alheia nas redes sociais. É algo já tão enraizado em nossos costumes que simplesmente não conseguimos parar, e quando somos obrigados a dar uma pausa, seja por qualquer motivo, ficamos ansiosos e inquietos.

É como se tudo o que fazemos e todas as nossas ocupações servissem para preencher algum vazio interior que sentimos, mas na realidade essa sensação de vazio é fruto da imaginação e dos julgamentos alheios. Ver uma pessoa em sua plenitude, no mais absoluto silêncio e concentrada em si mesma é motivo de julgamentos para os outros.

O que precisamos fazer é nos concentrar no nosso eu, esquecer um pouco a correria e julgamentos do mundo exterior e buscar técnicas que nos auxiliem na higienização da mente.

Uma técnica muito eficaz é o mindfulness, vamos aprender um pouco mais sobre ela?

Como praticar o silêncio?

Pare suas atividades por alguns minutos, deite ou se sente em algum local confortável e quieto, respire calma e profundamente. Sinta sua respiração no abdômen, sinta ele expandir na inspiração e sinta-o relaxar na expiração.

Faça esse exercício todos os dias e você sentirá seu corpo relaxado e a mente calma. Isso é o mindfulness.

Essa prática desenvolve um estado aumentado da consciência livre de julgamentos, de pensamentos, experiências e emoções, a fim de estar atento ao máximo no momento presente.

Ela promove o autoconhecimento, controla o estresse, ansiedade, aumenta a capacidade de concentração, diminui pensamentos negativos, diminui a pressão sanguínea, auxilia na melhora de doenças como fibromialgia, psoríase, doença inflamatória intestinal, entre outros benefícios.

Tenha consciência que é uma técnica eficiente, mas que não irá mostrar resultados imediatos, é como aprender a andar de bicicleta, vamos sentindo os resultados aos poucos.

Por isso, pratique todos os dias em um horário específico e ambiente calmo.

Hábitos que ajudam a higienizar a mente

Além do mindfulness, outros hábitos também podem te auxiliar na higiene mental e no equilíbrio emocional, promovendo bem-estar.

Vamos a eles:

1 – Faça atividades que te deem prazer e busque experimentar atividades novas

Nosso bem-estar está associado a praticar atividades que nos dão prazer. Então procure fazer tudo o que você gosta, conversar com amigos, assista filmes e séries preferidas, coma uma comida gostosa, leia um livro do seu gênero favorito, pratique algum exercício físico que goste. Essas são algumas das atividades que ajudam a reduzir o estresse e trazer relaxamento. Busque também experimentar atividades que você sempre quis, mas nunca teve a oportunidade, a hora é agora, você pode se surpreender!

2 – Cuide da sua autoestima e aprenda a confiar

Aprenda a confiar em si mesmo e na sua individualidade. Quando confiamos em nós mesmos automaticamente nossa autoestima se eleva. Trabalhe sua autoconfiança e se aceite com suas qualidades e defeitos. Você vai ver que a partir disso a vida ficará mais leve.

3 – Gerencie as emoções e observe seus sentimentos

Entender os próprios sentimentos é importante para aprender a lidar com eles e a como gerenciar as emoções sentidas. Não é sobre controlar todas essas sensações, mas sim saber o que exatamente você sente e como sente. Para nas horas mais difíceis, você ser capaz de senti-las moderadamente, para então agir da melhor forma possível.

4 – Respeite seus limites e adicione pausas ao longo do dia

Nesse texto falamos muito sobre a importância de separar alguns minutos para você não pensar em nada e apenas relaxar, ressaltamos que é bom fazer isso logo de manhã, antes mesmo do começo das tarefas, mas é importante respeitar sua mente se ela também necessitar de uma ou mais pausas ao longo do dia, por exemplo. Não fique preso somente ao o que indicamos aqui, se você observar a necessidade de parar mais vezes durante o dia, faça isso. Esse “respiro” fará bastante diferença quando você retomar as atividades.

5 – Se afaste do que te faz mal

Situações negativas ou pessoas que nos fazem mal não agregam em nada em nossas vidas, muito pelo contrário. Parece que não, mas quem está ao nosso lado também influencia no nosso bem-estar. Se afaste de pessoas ou coisas que te afetam negativamente. Foque somente no que te faz feliz e nas pessoas que querem a sua felicidade.

6 – Aprenda a relaxar e a tolerar as adversidades

No mundo de hoje é comum se estressar por qualquer coisa, por mínima que ela seja. Nós precisamos aprender a relaxar mais e a enfrentar as adversidades de forma inteligente. Não estou dizendo que será fácil, mas é preciso ter inteligência emocional para lidar com esses momentos. Escolha bem as suas batalhas, porque se você querer enfrentar a tudo e a todos, ficará doente.

Conte com apoio profissional

Colocar em prática todos esses exercícios e se habituar a cada um deles não é nada fácil, principalmente se você não consegue se desligar do mundo e dos seus afazeres.

Mas entenda que mudanças não são fáceis, conquistar novos hábitos requer muita dedicação, paciência e disciplina.

Você quer desacelerar, mudar seu estilo de vida e ter uma mente mais relaxada? Ou então ainda não entrou nesse ciclo vicioso, mas quer obter bons hábitos como forma de prevenção? Saiba que um acompanhamento da psicoterapia também é benéfico para prevenir o adoecimento da mente.

Como terapeuta posso te auxiliar a manter o equilíbrio emocional de uma forma efetiva e inteligente. Não sinta vergonha e não pense que procurar ajuda de um psicólogo para essa situação é algo desnecessário. Pense que é um autocuidado, você está cuidando de você, está se dando um afago e atenção. Cuidar de si mesmo é dizer ao corpo, a mente e ao coração o quanto você se importa e os quer bem.

Você pode agendar sua sessão ligando ou entrando em contato pelo WhatsApp, no número: (27) 99978-0990. Nossas consultas podem ser online ou presencialmente, como você preferir.

Se identificou com o texto? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Use o espaço dos comentários para enviá-la e me siga no instagram, lá também tratamos de assuntos psicológicos de forma bem didática e criativa.

E se você acha que esse conteúdo pode ajudar outras pessoas, compartilhe nas suas redes sociais ou grupos de WhatsApp! 😉

Cuide bem de você! =)

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais notícias

Como lidar com a frustração? 1

Como lidar com a frustração?

Experimentar frustrações faz parte da vida, mas você sabe lidar com elas?

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial? 2

Como saber se estou tendo uma Crise Existencial?

Você se sente perdido, paralisado e que nada mais tem sentido? Isso pode ser um sinal da crise existencial.

Como parar o ato de procrastinar? 3

Como parar o ato de procrastinar?

Não é uma tarefa fácil abandonar o ciclo vicioso, mas com estratégias inteligentes é possível

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular 4

Nomofobia: o medo excessivo de ficar sem celular

A dependência no uso do excessivo celular pode desencadear diversos transtornos psicológicos

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente 5

Perfeccionismo: entenda como tentar ser perfeito o tempo todo afeta sua mente

Este traço de personalidade pode ter um lado bom e um lado ruim, de qual você está?

Como lidar com a ansiedade no trabalho 6

Como lidar com a ansiedade no trabalho

Crises de ansiedade no trabalho prejudicam sua vida e carreira profissional, entenda como lidar com essa problemática

Você sofre com o Complexo de Inferioridade? 7

Você sofre com o Complexo de Inferioridade?

Aprenda a enxergar seus pontos negativos, reconhecer suas qualidades e aptidões

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia? 8

7 dicas práticas para controlar o estresse do dia a dia?

Aprenda como lidar com o estresse diário de maneira prática e inteligente

Agendar atendimento
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem? 👋

Às vezes precisamos de ajuda com alguns dos nossos problemas! Eu posso te ajudar!